Valmir Campelo é candidato pra valer

Valmir Campelo

Por: Walter Brito

O ministro do TCU Valmir Campelo já se despede de seus pares no Tribunal, para enfrentar uma nova jornada: ele será candidato ao Palácio do Buriti em 2014. O ministro que completará 70 anos em 22 de outubro de 2014, data em que se aposentaria pela compulsória, pretende se aposentar antes, com vistas ao novo projeto. Para se candidatar ao governo do DF em 2014, o ministro deverá sair do TCU até meados do mês de abril.

Nos bastidores da política candanga, Valmir é considerado o melhor nome para unir os opositores do governador Agnelo Queiroz, candidato à reeleição. Comenta-se também que Valmir é a melhor opção para um enfrentamento com o candidato da terceira via, Rodrigo Rollemberg do PSB.

Segundo analistas políticos, o passado de lutas por Brasília, do atual ministro do TCU, o credencia para disputar o GDF, com reais possibilidades de vitória, no momento em que políticos de todas as tendências estão desacreditados devido a corrupção desenfreada, que tomou conta do país e a falta de compromisso com a coisa pública.

Valmir é considerado por muitos, exemplo de homem público: jornalista por formação e especialista em administração pública, o ministro já foi administrador do Gama, Taguatinga e Brazlândia; cidades que administrou com muita competência e deixou marcas profundas, onde ainda hoje, depois de tantos anos, é lembrado de forma positiva pelos seus moradores, de acordo com pesquisas qualitativas encomendadas pelos opositores do governo Agnelo, cujo objetivo é escolher o melhor nome para derrotar o PT de Brasília. Vale ainda lembrar que, Campelo foi o deputado federal mais votado em sua época e também obteve a maior votação para o Senado da República.

Nas conversas mantidas por interlocutores do ministro do TCU e opositores do governo Agnelo, a melhor chapa para unir o centro-direita seria formada por Valmir Campelo (sem partido) para o governo e Liliane Roriz (PSD) para vice-governadora; enquanto que o senador Gim Argello (PTB) disputaria a reeleição. Considerado o senador com maior desempenho na defesa de Brasília, Gim tem chances de continuar no Senado, de acordo com pesquisas recentes, que mostram o seu crescimento, junto às camadas menos favorecidas da população. Comenta-se ainda que, na mesma chapa poderá sair candidato a deputado federal, o ex-governador José Roberto Arruda (sem partido) e como puxador de votos para Câmara Distrital, o ex-vice-governador e empresário Paulo Octávio (sem partido).