Rollemberg tem o melhor time para governar Brasília


Reginaldo Veras, André Lima, Professor Pacco, Joe Valle, Professor Granjeiro, Roosevelt Vilela, Pastor Fadi, Renato Santana, Jose Vasconcellos, Marina Silva, Dr Gutemberg, Antônio Reguffe, Rodrigo Rollemberg, Cristovam, Jovita Rosa, Hélio-coordenador, Bem Neto – represetante do Entorno, Augusto Carvalho e Rogério Rosso

Por: Walter Brito

O doutor Jofran Frejat (PR), construiu uma história muito importante na capital de todos os brasileiros. Sua passagem pela saúde pública fez a diferença, ocasião inclusive, em que ele criou a faculdade de medicina, hoje, referência nacional. Os 27,97% que ele obteve no primeiro turno para governador de Brasília, foi uma forma de agradecimento mais do que justa do povo brasiliense. A transferência recebida por Arruda foi muito pequena. O ex-governador Roriz, por motivos de saúde, não participou da campanha.

Por outro lado, a maioria do eleitorado de Brasília é formada por cidadãos e cidadãs na faixa etária de 16 a 42 anos, que apaixonou pelo projeto “Geração Brasília” de Rodrigo Rollemberg e Antônio Reguffe. Foi esta geração que deu aos seus novos ídolos, uma votação expressiva. Reguffe obteve uma das maiores votações para o Senado, ou seja, 57,61% dos votos válidos. Ele já é visto por muitos como presidenciável em 2018. Ao lado da dupla, encontra-se o orientador mor, o professor doutor Cristovam Buarque, que já governou Brasília e é sem dúvidas, uma das vozes mais coerentes do Senado Federal; além de ser um defensor inconteste da questão educacional de qualidade no país.

Continue lendo:

Versão digital

Versão impressa