Quase deu 2° turno na Câmara

Por: Walter Brito

Aécio Neves e Eduardo Campos operaram contra a candidatura do deputado Henrique Eduardo Alves ( PMDB – RN ), que venceu a eleição para presidência da Câmara dos deputados ontem, quando obteve 271 votos .Seus adversários : Júlio Delgado ( PSB – MG ) obteve 161 votos ; Rose de Freitas ( PMDB – ES ), foi votada por 47 parlamentares ; Chico Alencar ( PSOL – RJ ), obteve o apoio de 11 parlamentares, enquanto três deputados votaram em branco.

Os 223 parlamentares que votaram a favor da oposição, cuja diferença foi de apenas 48 votos, mostraram força e quase que levaram a eleição para o 2° turno.

Ficou patente, o fraco desempenho de Marco Maia ( PT – RS ), que presidiu a Câmara por dois anos. Certamente Maia e seus aliados impediram Henrique Alves, obter votação expressiva, tal qual a votação de Renan no Senado.

Com Renan Calheiros denunciado e, sob tiroteio do procurador – geral da República Roberto Gurgel, além da divisão da Câmara, tudo indica que a dobradinha: Aécio Neves/Eduardo Campos, possivelmente irá apostar na unidade, para o enfrentamento do pleito de 2014, contra a presidenta Dilma Rousseff.

Enquanto isso, o PMDB fará o jogo de todo poderoso, ao comandar as duas casas do legislativo. Lula e Dilma estão no mato sem cachorro.Continue Lendo..


Página Inicial