Motta:Sou candidato a vereador pelo PTdoB

  • Motta e sua esposa Rafaella Lima

  • Por Walter Brito

    Jornalista dos bons e porta-voz do Governo do Povo em Cristalina, Élio Pereira Motta, construiu uma bela história, no mundo do jornalismo na capital brasileira do cristal.

    Ainda adolescente, Motta saiu da Bahia onde nasceu, para enfrentar a cidade grande, junto com seus familiares. Foram todos, tentar a sorte em São Paulo, como aliás fizeram, muitas famílias nordestinas, dentre as quais, a do ex-presidente Lula.

    Curioso e atento com às coisas do mundo desenvolvido, lá nas proximidades da Avenida Paulista, no bairro do Paraíso, o garoto baiano e levado, logo se embrenhou pelo mundo da publicidade. Comunicativo e com sua verve afiada, o menino da família Pereira Motta, aprendeu com o pai, não levar desaforos para casa.

    Por isso, desde infante, nunca deixou uma provocação sem resposta, tornando sua marca registrada, o que o Motta conserva até os dias de hoje.

  • Michel Temer e sua esposa Marcela

  • Em 1983, a família foi morar em Campinas, segunda cidade de São Paulo. Naquela época, o jovem sabido e atento, fez amizade com o professor universitário e Vice-Governador de São Paulo, Orestes Quércia, que em 1987 se elegeu Governador.

    Quércia tinha residência em Campinas, nas proximidades da residência da família Pereira Motta.

  • Gregório de Matos

  • A partir dai, Élio Motta apaixonou-se pela política, o jornalismo e a publicidade. Trabalhou em diversos veículos de comunicação de Campinas, sempre como auto-didata. Em 1993, Motta chegou à Cristalina, com o firme propósito, de dar continuidade ao seu trabalho no mundo da publicidade e jornalismo. Trabalhou algum tempo com o guia comercial e finalmente em 2005, fundou o seu próprio veículo de comunicação, hoje com o nome de Correio de Cristalina, o Jornal do Motta. O veículo do jornalista cristalinense é polémico, por isso talvez, o jornal não chega para quem quer. No domingo na feira municipal, é uma festa. No domingo que não sai o jornal do Motta, a feira não é a mesma.

    Dono de um vocabulário próprio, o seu estilo parece muito com o de seu conterrâneo baiano, o escritor Gregório de Matos, conhecido como o "Boca do Inferno, ou Boca de Brasa". Considerado o maior poeta satírico da literatura em língua portuguesa. Motta e Gregório, são donos de personalidades fortes, verves afiadas e respostas curtas e objetivas, atingindo como uma bomba, o seu alvo.

    Claro, guardadas as devidas proporções, pois, o Gregório além de advogado competente, foi o maior poeta barroco do Brasil. A sabedoria jornalística e poética do Motta, foi forjada na luta diária pela sobrevevência. Ele não teve a oportunidade de frequentar os mesmos bancos das faculdades, frequentadas pelo poeta maior, Gregório de Matos. Motta se embrenhou pelo jornalismo e pela poesia, como um auto-didata. Desta forma, ele o faz muito bem. Além de ser um jornalista combativo, Motta é romântico e apaixonado pelas coisas da vida. A sua maior paixão é a esposa Rafaella, que tem 23 anos.

  • Michel Temer e sua esposa Marcela

  • Quando os dois pombinhos se apaixonaram, elazinha tinha apenas 16 aninhos e o jornalista, já era um cinquentão. Questionado pela reportagem, referente a diferença de 34 anos entre os dois, ele disse que não atrapalha em nada."O conceito de que as pessoas tinham que ter a mesma idade, para o sucesso do relacionamento, é coisa do passado. Hoje, a medicina está muito evoluída e a virilidade masculina pode chegar aos cem anos. Um exemplo clássico do amor com diferença grande de idade é o casal Temer. Durante a posse da Presidenta Dilma, o destaque foi a beleza de Marcela Temer, hoje com 27 anos. O seu marido, o nosso vice-presidente da República tem 72 anos. Temos que aplaudir esta união, até por que, o que envelhece é a cabeça. Eu por exemplo, penso como a minha amada Rafaella Lima Gonçalves, que tem 23 anos e eu vou completar 58", arrematou.

    Rafaella disse também, que a recíproca é verdadeira. "Tenho a maior admiração pelo meu marido e também por tudo o que ele faz. Somos felizes, assim como acredito que o casal Temer é", concluiu a jovem esposa do jornalista.

    Motta na Política

    Acostumado aos grandes embates na política, Motta cansou de ajudar a eleger políticos, sem ser reconhecido. Ele disse que chegou a sua vez e, quer se eleger parlamentar municipal.

    "Sei que não sou unanimidade, pois nem Cristo foi. Já dei minha parcela de contribuição, divulgando as coisas boas de Cristalina para o mundo. Agora, quero defender a cidade e os cristalinenses na Tribuna da Câmara. Vou trabalhar pelo social, com todas as forças que tenho, mas de forma independente. Sou candidato a vereador pelo PTdoB", concluiu Élio Pereira Motta.

    Página Inicial