Marcos Arruda larga tudo para fazer o bem

(Presidente da ADEMI-DF Dr. Paulo Muniz e Marcos Arruda, foto:)

Por: Walter Brito

O engenheiro Marcos Arruda, paraibano de nascimento e radicado na capital brasileira há meio século, onde constituiu e criou sua família, agora tem um novo projeto. Aposentado, mas com muita energia e vontade de fazer o bem ao próximo, principalmente ao menos favorecidos, ele luta incansavelmente para consolidar de forma efetiva, o Instituto do Bem, que tem como lema: “fazer o bem sem olhar a quem”.

O instituto presidido por Marcos Arruda em Brasília, depois de realizar diversas ações vitoriosas a favor da população carente, surpreendeu à sociedade brasiliense, ao homenagear personalidades do mundo empresarial, sociedade civil e política, com relevantes serviços prestados à capital brasileira, durante jantar beneficente, ocorrido no mês de agosto de 2013 na Mansão Varandas Park, casa de festas localizada no Park Way.

Naquela oportunidade foram agraciados com o titulo de sócio benemérito do Instituto do Bem, as seguintes personalidades: o senador da República e empresário em Brasília, Eunício Oliveira; dr. Paulo Muniz, presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do DF - ADEMI/DF; dr. Antônio Rodrigues da Silva, presidente da Associação Nacional dos Procuradores da Previdência Social - ANPREVE; Cássio Aurélio Branco Gonçalves, presidente da CAENGE; dr. José Celso Gontijo, presidente JC Gontijo; dr. Hermes Alcântara , presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Brasília – CRECI/DF; Antônio Rocha da Silva, presidente da Federação das Indústrias de Brasília – FIBRA; dr. Júlio Peres, presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Distrito Federal – SINDUSCON; dr Adelmir Santana, presidente da Federação do Comércio do Distrito federal – Fecomércio; Jornalista Gilberto Amaral; dr. Juvenal Batista Amaral, Sereníssimo Grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Distrito Federal; dr. Ibaneis Rocha Barros, presidente da OAB – Seccional do Distrito Federal; dr José Antonico Ferreira de Sousa, presidente da Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos; deputada distrital Eliana Pedrosa e o senador Gim Argello.

Durante o concorrido evento, considerado inclusive, um dos mais importantes eventos beneficentes realizados no Distrito Federal nos últimos anos, foi apresentado aos convidados, por meio do sistema de video tridimensional, projeto para construção das Vilas do Bem, cujo objetivo é ajudar crianças, idosos, adolescentes e dependentes químicos.

Entrevistado pela reportagem, Marcos Arruda disse que o projeto carro-chefe do Instituto do Bem é a construção das Vilas do Bem em três localidades, sempre às margens das rodovias. Ele argumenta que às margens das rodovias, os terrenos são mais baratos, o acesso é fácil e a visibilidade é ampla, o que torna uma fonte de propaganda, para chamar a atenção das pessoas que desejam contribuir com projetos inovadores em favor dos menos favorecidos. O engenheiro disse ainda que, os empresários que tiverem interesse em participar com recursos financeiros para o projeto, poderão ter abatimento no imposto de renda, conforme lei em vigor. Ele finalizou dizendo que: “Depois dos eventos feitos com sucesso, pelo Instituto do Bem, a nossa instituição fará realizar em dezembro próximo, uma grande ação social, que mobilizará todos os segmentos da sociedade brasiliense, em prol dos menos favorecidos”, concluiu.

Centro Educacional e Sociocultural: Primeiro bloco de frente a esquerda

Creche: Segundo bloco de frente a direita

Centro de Saúde: Terceiro bloco de trás a esquerda

Centro de Convivência para o Idoso: Quarto bloco de trás a direita

OBS: A sede do Instituto se localizará no primeiro Bloco1 da Vila 1.