Mandela na lista dos maiores líderes do planeta!

(Nelson Mandela)

Por: Walter Brito

Tive a satisfação de acompanhar Nelson Mandela ao Estado do Espírito Santo em 1991, como representante do governo federal. Lá no Estádio de Cariacica, quase 40 mil pessoas aguardavam o líder, que passou 27 anos no cárcere por lutar contra a segregação racial. A ex- mulher Winnie Mandela o acompanhava, quando ele nos disse: “Lá no meu país apesar da segregação racial, que um dia esperamos acabar, o piloto de um avião como este, que nos leva ao encontro do governador Albuíno Azeredo é negro; como também são negros muitos médicos, advogados, jornalistas e intelectuais. Nos hospitais do Brasil vi alguns enfermeiros negros, mas raramente um médico. Espero que a minha visita contribua com o avanço da negritude em cargos públicos e da iniciativa privada em seu país”, disse.

22 anos se passaram depois daqueles dois dias em Vitória e Cariacica e, partir daí, Pelé, Gilberto Gil e Benedita da Silva se tornaram ministros, enquanto que Joaquim Barbosa assumiu a presidência da Suprema Corte. As cotas para afrodescendentes fizeram uma revolução nas universidades brasileiras, o que será compreendido pela maioria dos brasileiros no futuro. O Estatuto da Igualdade Racial, apesar de desfigurado, foi aprovado pelo Congresso Nacional e viabiliza alguns avanços, sonhados por Mandela, Martin Luther King Jr e a negritude brasileira. Certamente um dia, crianças de todo o Brasil e de todas as etnias, andarão de mãos dadas e gozarão dos mesmos direitos e oportunidades.

Que o Senhor bondoso permita que Mandela continue a viver um pouco mais, para completar sua obra, por meio do livro que ainda falta o último capítulo.