Júnior do Friboi enfrentará Marconi no PMDB

Por: Walter Brito

A migração de Júnior do Friboi, presidente do PSB de Goiás para o PMDB está praticamente acertada com o partido em Goiás e com os caciques nacionais.

Vale lembrar, que o projeto do empresário, dono da JBS, passa pelo Palácio do Planalto. O empresário tem dito para a imprensa, que tem compromisso com Eduardo Campos, no sentido de apoiá-lo para à Presidência da República, mesmo que seja candidato ao governo de Goiás pelo PMDB.

A afirmativa do empresário, mostra nas entrelinhas, que Eduardo Campos ainda sonha ser vice de Dilma Roussef em 2014. Por outro lado, o mundo político sabe que o sonho de Michel Temer é governar São Paulo. O vice Presidente da República está com 72 anos de idade e, 2014 seria sua última chance de realizar o seu projeto politico. Com a garantia de Lula e Dilma no palanque do peemedebista, sua candidatura vira realidade.

Como se vê, Junior do Friboi está falando o que já sabe, pois com informações privilegiadas do imbróglio da política nacional, o empresário que tem relações estreitas com o governo federal via BNDES, conhece o jogo e sabe o que vai acontecer brevemente, ou seja: Eduardo Campos abandonará sua candidatura ao Palácio do Planalto, para se candidatar a vice da atual presidenta.

Os tucanos sabem que com a desistência do pesbista e a dúvida da viabilidade do “RIDE” da Marina Silva, certamente será facilitada a vitória de Dilma no primeiro turno das eleições de 2014.

Por isso agora, todos estão solidários com a Marina e, o próprio PSDB ajuda a ex-senadora a colher assinaturas para a consolidação do “RIDE”, Brasil afora.

Enquanto isso, Júnior do Friboi que finge entrar como soldado no PMDB, na verdade será promovido no primeiro mês de filiação a general.

Os goianos já sabem que terão duas opções de votos para o Palácio das Esmeraldas nas eleições de outubro do próximo ano: No tucano Marconi Perillo, ou no peemedebista Junior do Friboi, dono do maior frigorífico do planeta terra.