Formosa é o portal de entrada do Nordeste goiano

Por: Walter Brito

Formosa está em pleno ritmo de crescimento. Localizada a 80Km do Palácio do Planalto em Brasília, é uma das cidades da Região Metropolitana do DF, mais procuradas por funcionários públicos, trabalhadores da iniciativa privada e até empresários da capital federal para morar. Tudo facilitou, com a duplicação da BR-020 de Brasília à Formosa, cujo projeto é de autoria do deputado federal Pedro Chaves (PMDB-GO).

A cidade com mais de 100 mil habitantes, conta com diversas opções de lazer, tais como: O Salto do Itiquira, Lagoa Feia, Buraco das Araras, entre outras. Com quatro grandes supermercados, um shopping em construção e grandes empreendimentos imobiliários, com destaque para o edifício Taj Mahal.

(Residencial Taj Mahal)

A empresa brasiliense MGarzom Empreendedora, está construindo o Residencial Taj Mahal, em Formosa, com 14 andares e tem apartamento com 350 m² no valor de 1 milhão de dólares.

A reportagem conversou com o Marcos Garzom, proprietário da Mgarzom, que demonstrou entusiasmo com seus empreendimentos em Formosa. Ele disse que o Taj Mahal terá 136 apartamentos. Brevemente a empresa começará a construção de um shopping.

Formosa conta também com um belo condomínio de luxo, o Residencial Santa Felicidade. No que se refere a área da saúde, a cidade tem um hospital municipal, uma Unidade para Pronto Atendimento - UPA, diversos postos de saúde, três hospitais particulares, além de algumas clínicas em diversas especialidades. Vale lembrar ainda que, a cidade avança na questão educacional, com quatro faculdades em pleno funcionamento.

Entrevista com prefeito Itamar Barreto

Tudo indica, que a expansão imobiliária, superará todas as expectativas nos próximos anos. A reportagem ouviu o prefeito Itamar Barreto (PSD). Ele trabalha diuturnamente para colocar a cidade nos trilhos do desenvolvimento: “Formosa é uma cidade fantástica, além de ser o portal de entrada do Nordeste Goiano. Estamos trabalhando com muita vontade há 9 meses. Toda segunda-feira atendemos os diversos segmentos de nossa sociedade, quando ouvimos e procuramos solucionar o que é possível pelo poder público. Estamos na esperança de obtermos o apoio efetivo da Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno – RIDE; do governo de Brasília e da presidenta Dilma Rousseff. Infelizmente a cidade ainda não recebeu o apoio que merece desses setores. O governador Marconi Perillo tem nos ajudado no que e possível. Ele é um governador arrojado, muito trabalhador e transformou Goiás num canteiro de obras. Entretanto, o estado não tem recursos suficientes para atender todas as demandas, por isso, precisamos do governo federal”, explicou.

Prefeitura pede socorro

O prefeito Itamar argumentou também que a cidade faz parte do G100, ou seja, está entre os 100 municípios com alta vulnerabilidade econômica. Ele alerta que, se esses municípios não forem atendidos a médio e curto prazo, pela presidenta Dilma, nenhum deles sobreviverá com dignidade. O prefeito acrescentou ainda que passou grande parte do seu tempo à frente da administração, tentando colocar a casa em ordem, principalmente no que se refere às pendências da administração anterior. “Até agora pagamos 8 milhões de reais da administração anterior, o que nos impediu de investir em alguns setores fundamentais para o nosso desenvolvimento. Contudo, conseguimos desenvolver a área da saúde; recuperamos diversas estradas para a escoação da produção; conseguimos deixar a cidade limpa e, fizemos investimentos efetivos na área da educação”, disse.

O prefeito Itamar, disse que Brasília tem uma dívida enorme com as cidades do Entorno, pois os projetos da RIDE não foram efetivados, principalmente nas áreas da saúde e na recuperação das estradas. Segundo ele, mais de 50% dos veículos que circulam pela cidade, têm placa de Brasília, logo o IPVA é recolhido no Distrito Federal. E mais, 80% dos proprietários rurais da cidade, são também empresários na capital brasileira e, levam o que produzem para lá. “O governo do Distrito Federal precisa de administrar a capital brasileira, com um olhar para as cidades do Entorno. Faço um apelo ao governador Agnelo e à presidenta Dilma, para nos ajudar no que se refere a infraestrutura; investimento na saúde; segurança; distribuição de máquinas, caminhões e tratores para nossa região. Inclusive, neste quesito, já foram distribuídas máquinas para cidades com menos de 50 mil habitantes. Como temos mais de 100 mil habitantes, ficamos de fora”, acrescentou.

Desenvolvimento da cultura

Apesar dos questionamentos, o prefeito falou sobre os avanços do município e citou a área cultural como referencia: “A secretária de cultura Vera Couto, foi escolhida a dedo. Ela é nossa amiga, companheira e muito competente. Ela está colocando a sua inteligência, seu conhecimento na área cultural à disposição do povo formosense. Entre os seus inúmeros projetos, A Secretaria de Cultura por meio da Vera, editou 10 livros de autores da cidade e região, o que nunca aconteceu por aqui. Tudo está ocorrendo por iniciativa desta militante cultural, que é a professora Vera Couto”, disse.

Gim é o quarto senador de Goiás

O prefeito Itamar Barreto, disse que está muito feliz com o apoio que vem recebendo do senador de Brasília, Gim Argello: “O Gim é um exemplo de parlamentar no Congresso Nacional. Ele está ajudando muito a cidade de Formosa, no que tange a capitação de recursos financeiros, por meio de emendas parlamentares e, sua luta na implementação efetiva do PAC do Entorno. Certamente o Gim é o melhor parlamentar de Brasília em todos os tempos e o quarto senador de Goiás”, disse.

Prefeito apoiará Marconi em 2014

Falando sobre as eleições de 2014, o prefeito de Formosa disse que apoiará Marconi Perillo, para reeleição. Segundo o prefeito, diversos nomes de Formosa, estão colocados na disputa para Assembleia Legislativa de Goiás, tais como: Betinho da Saneago, Marcos Goulart, Argentina, entre outros. “Todos vão ajudar muito na campanha de Marconi”, disse. No Plano Nacional, o prefeito afirmou que ainda aguarda definições de seu partido, o PSD, para ver qual candidato ao Palácio do Planalto, ele e seu grupo político apoiarão.