APÓS MANDADO DE PRISÃO, DIRCEU DIVULGA 'CARTA AO POVO BRASILEIRO'

"Fui condenado sem ato de oficio ou provas, num julgamento transmitido dia e noite pela TV, sob pressão da grande imprensa", escreve o ex-ministro, em carta que foi divulgada logo depois da ordem de prisão determinada pelo presidente do Supremo, Joaquim Barbosa; ele afirma que foram ignoradas "provas categóricas de que não houve qualquer desvio de dinheiro público" e garante que "continuará lutando" para provar sua inocência e anular esta "sentença espúria"

247 - Depois de ser intimado pela Polícia Federal, na tarde desta sexta-feira, o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, divulgou uma "carta ao povo brasileiro" em que afirma ter sido condenado sem provas e garantindo que lutará para provar sua inocência e anular esta "sentença espúria" do Supremo Tribunal Federal. "Fui condenado sem ato de oficio ou provas, num julgamento transmitido dia e noite pela TV, sob pressão da grande imprensa", escreve Dirceu.

Continue lendo...