Brasília disputa série D no Campeonato Nacional

(Comentarista Esportivo Elias Luiz)

Por: Walter Brito

O Brasília Futebol Clube estreou na série D do Campeonato Brasileiro, quando enfrentou o Aparecidense na cidade de Aparecida de Goiânia. Vale lembrar que o clube de Aparecida foi fundado em 1985 e pertence à primeira divisão do campeonato goiano. Um de seus maiores incentivadores é o prefeito da cidade, o ex-governador de Goiás Maguito Vilela, que além de ser um veterano jogador de futebol, ele já foi vice-presidente da CBF. Entrevistado pela reportagem ele afirmou: “É uma satisfação muito grande receber em Aparecida o Brasília Futebol Clube, com toda a sua delegação, inclusive o seu presidente dr. Luiz Carlos Alcoforado. No que se refere ao futebol, o Brasília é um bom time, contudo o aparecidense não se intimidou e foi para cima vencendo a partida por 3 a 0”, disse.

O ex-governador de Goiás, falou também sobre a seleção brasileira que disputará a Copa de 2014: “O Brasil tem tudo para ganhar a Copa do Mundo, mas os técnicos que passaram por nossa seleção, infelizmente mudaram muito o time. Acho que o ideal é escolher os 11 melhores em cada posição e treinar o time para formar conjunto. Neste sentido, temos elenco para vencer qualquer seleção do mundo”, declarou.

O prefeito de Aparecida de Goiânia fez questão de emitir sua opinião sobre o treinamento da Seleção Brasileira em Goiânia: “Gostei muito de ver os canarinhos treinando no estádio Serra Dourada. Certamente o nosso estádio e a capital dos goianos serão divulgados no mundo inteiro, o que é muito importante para todos nós de Aparecida, de Goiânia e de Goiás”, arrematou.

A reportagem entrevistou também, um dos mais renomados comentaristas do futebol goiano, o Elias Luiz da rádio 10.90 AM de Goiânia, que deu sua opinião sobre a partida: “Eu achei no primeiro tempo, a equipe do Brasília bem melhor que a equipe do Aparecidense. O problema maior do Brasília foi a expulsão do Paulinho, inclusive entendi como um ato infantil do jogador, fazendo uma reclamação boba, pois não foi nem uma jogada pesada. A partir dali, o técnico começou a perder o foco da partida. No segundo tempo, o Brasília voltou completamente diferente e o Aparecidense cresceu. Entendo, que o Brasília precisa de alguns ajustes. O time tem dois jogadores que na minha opinião são os melhores, o Felipe e o Paulinho”, afirmou Elias Luiz.

O advogado Luiz Carlos Alcoforado, presidente do Brasília concedeu entrevista à nossa reportagem, quando reclamou da arbitragem, concordou com o elogio do comentarista goiano Elias Luiz aos jogadores Felipe e Paulinho e arrematou dizendo que vai investir pesado, nas categorias de base. “Bem, o nosso compromisso é fazer um time competitivo para chegarmos a série C. Fizemos um trabalho também planejado, racional, dentro das possibilidades, totalmente compatível com a receita e despesa. Participamos do campeonato brasiliense, quando ficamos em segundo lugar, oportunidade em que inauguramos o estádio Mané Garrincha. Quanto ao resultado do primeiro embate no Campeonato Brasileiro da série D, no enfrentamento com o Aparecidense, não fomos felizes. Isso se deve também ao juiz que deixou de assinalar dois pênaltis claros, logo no primeiro tempo. Com a expulsão de nosso atacante, o Paulinho, certamente prejudicou profundamente o nosso elenco, o que contribui para nossa derrota. Vale lembrar que a série D é muito disputada, inclusive tem o jogo de ida e o jogo de volta. Esperamos que na revanche lá em Brasília, podemos devolver esse placar”, disse.

Quando questionado sobre o bom desempenho do time no primeiro tempo e, os elogios da imprensa goiana aos jogadores Felipe e Paulinho, Alcoforado afirmou: “O time estava fazendo um primeiro tempo excepcional, inclusive, tivemos várias chances de gols entre as quais destacamos os dois pênaltis que não foram marcados pelo árbitro, o que interferiu efetivamente no resultado. Quanto aos jogadores Felipe e Paulinho elogiados pela imprensa goiana, de fato são dois grandes profissionais, além de outros que estão evoluindo muito e breve vão se destacar”, declarou.

Alcoforado comentou sobre a estrutura oferecida aos clubes que disputam a série D: “A série D hoje está tendo um tratamento mais digno pela Confederação Brasileira de Futebol, pois ela financia as despesas pesadas para as equipes pequenas, tais como: Transporte, hotel, alimentação, o que é um avanço muito grande para o futebol brasileiro, além de ser uma marca de uma gestão que teve sensibilidade para perceber que, futebol se faz com os times, mas as entidades esportivas precisam de participar efetivamente de determinadas ações”, disse. O dirigente do Brasília concluiu afirmando que está investindo nas categorias de base: “Esse é realmente o nosso grande projeto e está sendo o nosso grande investimento. Entendo que é na categoria de base, que está a força do futebol moderno. O Brasília tem a filosofia de investir de forma efetiva nessas categorias, ou seja: no infantil, juvenil e também nos juniores”, finalizou.

O presidente Alcoforado demonstrou muita vontade e otimismo com o campeonato Brasileiro da série D e acredita na consolidação de seu clube no ranking dos profissionais de futebol de Brasília e do Brasil.

(Presidente do Brasília Luiz Alcoforado com um jogador das categorias de base)